October 22, 2019

Please reload

Posts Recentes

A EXPERIÊNCIA DO MESTRADO AOS ALUNOS DO 3º EM

October 16, 2017

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

A EXPERIÊNCIA DE SER MISSIONÁRIO

August 2, 2019

Na segunda quinzena de julho, durante o recesso escolar, sete alunos (participantes da Articulação da Juventude Salesiana), a professora Bruna D. Sevenhani e o diretor P. Juarez Testoni, do Colégio São Paulo, participaram da AMJ (Animação Missionária Juvenil). Os 52 jovens de Joinville, Massaranduba, Rio do Sul, Ascurra, Garuva e Itajaí estiveram alojados no Parque Dom Bosco, na cidade de Itajaí. Eles vivenciaram momentos de oração, partilha, integração e formação vocacional para discernir melhor seu projeto de vida.

 

Os missionários visitaram os bairros que compõe o território da Paróquia, levando mensagens de otimismo, amor, oração e alegria aos moradores, além de preparar uma formação e uma adoração junto da comunidade. A experiência, a vivência e o projeto certamente transformaram a vida dos participantes. Os depoimentos traduzem claramente esta transformação e toda a evolução como ser humano que a AMJ trouxe aos alunos.

 

“A AMJ mudou muito minha vida. Primeiramente no aspecto relacionado a Deus, desde a primeira AMJ. Depois a minha relação comigo mesma, o protagonismo, a santidade, a relação com o próximo e nosso projeto de vida, onde a AJS tem grande importância por se preocupar com os futuros jovens formadores da sociedade. Essa semana de missão foi uma experiência inesquecível, principalmente pelas tantas famílias visitadas, sendo elas as mais diferentes possíveis. Uns abertos à conversa, mais humildes ou menos, outros fechados, mas que eram acolhedores. O que mais marcou foram as histórias e os momentos que passamos juntos, tanto com as famílias quanto com os missionários em geral. Todos que participaram sentiram que o espírito de Dom Bosco era forte em cada um e as amizades que fizemos/fortalecemos são as que temos certeza que poderemos contar. Muitos diziam que não “perderiam” as férias por nada, mas nós como missionários, nos orgulhamos e fazemos com o coração e o sorriso no rosto por saber que fazemos a diferença na vida das pessoas. ‘Leva-me a onde os homens necessitem Tua palavra, necessitem de força de viver. Onde falte a esperança, onde tudo seja triste simplesmente por não saber de Ti.’”(Sara Chiarelli, aluna do 1º ano do Ensino Médio do Colégio São Paulo).

 

Para os irmãos Gustavo e Alan Fucht, do 9º ano do Ensino Fundamental II, que vivenciaram a experiência pela primeira vez, tudo foi transformador. “A AMJ foi uma semana muito boa, inesquecível nela aprendemos que a vida é valiosa, que todos são bons do seu jeito, ninguém é melhor que ninguém, temos que ter respeito, não importa a cidade, sotaque, cor, tamanho e peso, somos todos filhos de Deus. Nessa semana nós, missionários, deixamos nossas casas para viver uma semana totalmente diferente fora de nossa realidade, onde encontramos pessoas mais carentes e humildes que necessitavam de nossa atenção. Alguns recusaram, mas quem somos nós para julgar? Com certeza a AMJ fez diferença em nossas vidas e no nosso comportamento. Somos mais carinhosos com nossos amigos, demostrando o amor e a paz que encontramos nas visitas às casas, missas, oratórios e oficinas, sempre com a cabeça erguida, sorriso no rosto e peito estufado, sabendo que Deus está conosco. Aprendemos o verdadeiro motivo de estarmos aqui por que ‘O senhor colocou-nos no mundo para os outros’, dizia Dom Bosco e devemos ajudar o máximo, se doar ao próximo, porque ‘descansaremos no céu’, segundo Dom Bosco”.

 

Todos os participantes compartilharam suas vivências e como foram tocados por isso. “A animação missionária juvenil, conhecida como AMJ, trouxe diversos aprendizados importantes para o meu crescimento pessoal. Pude refletir muito sobre ‘quem sou eu?’, sobre construir o meu projeto de vida, além de aprender a ser protagonista em meio a nossa comunidade. Adquirimos experiências a qual só pudemos encontrar nessa semana, visitar as famílias da comunidade e levar um pouco de Deus para elas, ou melhor, resgatar de dentro delas o Deus que ali existe. Vivenciamos realidades totalmente diferentes da nossa. Pessoas com dificuldades financeiras, pessoas que perderam a fé delas e até mesmo aquelas que fortaleceram a sua fé após passar por problemas. ‘Por que você decidiu vir para um projeto missionário ao invés de ficar descansando em casa durante as férias?’ Perguntas como essa eram muitos frequentes na nossa semana de missão e sem pensar duas vezes respondíamos que estar ali vivenciando tudo aquilo nos tornaria jovens melhores, pessoas com uma visão diferente do mundo. Além de fazer uma das coisas que Dom Bosco prezava, que era fazer o bem sem receber nada em troca, mas que no final das contas recebíamos um abraço, um sorriso e um muito obrigado, coisas que valem muito mais do que algo material. Além de todos os ensinamentos conquistados, pude construir muitas amizades com pessoas que nem conhecia e até mesmo fortalecer aquelas com quem já tinha contato. Sei que formei amigos especiais, pois todos que estavam lá tinham um mesmo propósito, que é fazer o bem. Nesses dois anos que participei da AMJ, aprendi muita coisa que levarei para a vida, principalmente olhar para o meu próximo, afinal, ‘O Senhor colocou-nos no mundo para os outros’ - Dom Bosco” foi o que disse Laís Fachini, aluna do 2º ano do Ensino Médio do Colégio São Paulo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga